quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

A fé de Abrão (Abraão)

Hoje, no Em verdade na Verdade


Veremos:

Promessa feita, promessa cumprida.


No nosso assunto anterior nós vimos que Deus tinha prometido a Abrão, uma enorme descendência, lembra-se? Porém, suam mulher, Sarai, era estéril, e os dois já estavam ficando idosos... Como poderiam ter descendência?

Essas e outras respostas nós vamos ver aqui e agora!!!


Ao estudarmos a genologia da Bíblia, percebemos que depois de o dilúvio vir sobre a Terra, cabe aos filhos de Noé a propagação e multiplicação do povo na Terra. Então dos três filhos de Noé: Sem, Cam e Jafé, começa a surgir descendências... Resumidamente, Sem, gera um povo, também conhecido como semita, esse foi o povo que permaneceu fiel ao SENHOR, claro que muitos dos semitas acabaram se paganizando, se afastando do Deus Altíssimo, mas a maioria deles permanecia fiel ao Deus Eterno e Abrão era semita. Morava em Ur dos caldeus, cujo próprio Deus o chama para peregrinar pela terra que um dia iria possuir, promessa feita a ele, e também a promessa de que teria descendentes numerosos!

Certa noite o Senhor conversa com ele em uma visão e diz: "Não temas, Abrão, eu sou o teu escudo, e teu galardão será sobremodo grande." (Gênesis 15:1)

Abrão teve medo, por que imagina só: Você falando com O Todo-Poderoso Criador dos Céus e da Terra! Com o ser mais poderoso do Universo, imagine como deve ser, saber que está falando com Quem pode tudo, sabe tudo!!! Quanta honra, falar com o criador e dono da vida, mas, também, quanta responsabilidade! Mas Deus diz a ele que é seu escudo e que o recompensará de maneira grandiosa! Sabe por que? Por que Abrão, tinha tanta fé, quando Deus diz a ele algo ele aceita, não questiona, não pergunta nada, só aceita e faz, O obedece... Simples.

Abrão é chamado de o "pai da fé" por esse motivo. Ele faz perguntas mas não duvida de Deus, quando Deus o responde ele aceita sem mais nada declarar. Observe como ele responde:

"SENHOR Deus, que me haverás de dar, se continuo sem filhos e o herdeiro da minha casa é o damasceno Eliézer? A mim não me concedeste descendência, e um servo nascido na minha casa será o meu herdeiro." (Gênesis 15:2-3)

Ele não está duvidando de Deus, ele apenas pergunta como vai ser! Então, em sinal de obediência ele quer fazer com que um filho de servos dele seja o herdeiro que Deus quer. Mas Deus diz a ele que não, que o herdeiro prometido virá dele mesmo e de sua esposa (verso 4). Então Deus o leva para fora, mostra as estrelas e diz que a descendência dele seria tão numerosa que não seria possível contar, assim como as estrelas do céu! (verso 5).

Se é difícil contar nessa foto, imagine se víssemos o céu todo, imagine na imensidão do espaço!



O Senhor Deus lhe promete grande recompensa por que simplesmente ele teve uma fé tremenda nELE e isso lhe foi imputado por justiça (verso 6). Essa é a primeira vez que vemos na Bíblia justificação pela fé. Pois não podemos agradar ao Senhor Deus, guardar Seus Mandamentos sem fé. A fé nós adquirimos em ouvir, ou seja, praticar a a Palavra de Deus, obedece-LO (obras)!
Nós vimos Paulo dizendo tudo isso: "Ora, sem fé é impossível agradar-LHE; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe, e que é Galardoador dos que O buscam." (Hebreus 11:6)

Tiago, também diz:
"De que adianta, meus irmãos, alguém dizer que tem fé, se não tem obras? Acaso a fé pode salvá-lo? Se um irmão ou irmã estiver necessitando de roupas e do alimento de cada dia e um de vocês lhe disser: "Vá em paz, aqueça-se e alimente-se até satisfazer-se", sem porém lhe dar nada, de que adianta isso?
Assim também a fé, por si só, se não for acompanhada de obras, está morta. Mas alguém dirá: "Você tem fé; eu tenho obras". Mostre-me a sua fé sem obras, e eu lhe mostrarei a minha fé pelas obras.
Você crê que existe um só Deus? Muito bem! Até mesmo os demônios crêem — e tremem! Insensato! Quer certificar-se de que a fé sem obras é inútil?
Não foi Abraão, nosso antepassado, justificado por obras, quando ofereceu seu filho Isaque sobre o altar?"
... ainda vamos chegar nessa história... "Você pode ver que tanto a fé como as suas obras estavam atuando juntas, e a fé foi aperfeiçoada pelas obras. Cumpriu-se assim a Escritura que diz: "Abraão creu em Deus, e isso lhe foi creditado como justiça", e ele foi chamado amigo de Deus.
Vejam que uma pessoa é justificada por obras, e não apenas pela fé. Caso semelhante é o de Raabe, a prostituta: não foi ela justificada pelas obras, quando acolheu os espias e os fez sair por outro caminho? Assim como o corpo sem espírito está morto, também a fé sem obras está morta.
" (Tiago 2:14-26) Também, ainda chegaremos na história de Raabe.

Não tem como fazermos nada, ou seja, obra alguma, sem ter fé! Como podemos fazer algo que Deus pede sem acreditar em Deus, ou acreditar que o que Ele pediu dará certo?! Nós somos tão acostumados com os pecados desse mundo, que fazer a Vontade Santa de Deus é ir totalmente contra nós mesmos! Se não tivermos fé, nunca iremos fazer a Vontade do PAI só a nossa vontade egoísta!

Não acreditarmos que fazer o que ELE pede vai dar certo, é o mesmo que dizer que Deus não sabe de nada!!! Deus pede que façamos coisas que, muitas vezes, não entendemos. Mas ELE em Sua onisciência sabe o motivo, sabe as consequências, sabe o que é melhor para nós, mais do que nós mesmos! É aí que entra nossa fé. Confiamos nELE pra fazer algo que parece sem sentido?! Temos fé suficiente de aceitar fazer tudo o que O nosso Criador diz pra fazer em Sua Palavra? Abrão confiava plenamente, isso agradou ao SENHOR e foi-lhe imputado por justiça!

Fé sem obras é morta!
Obras sem fé não há! E se houver é hipocrisia, egoísmo ou maligna. Nem tudo o que é maligno vem do diabo, como muitos pensam... Qual quer atitude que cause mal a algo ou alguém é maligno!
Só que tem uma coisa: Quem criou o mal?! Preciso dizer?
Agora eu lhe pergunto quem criou tudo para ser bom? (Gênesis 1 e 2)

Claro como água cristalina!!!

Pois Abrão era pecador como nós, injusto como nós... E sua fé no Criador, o fez ter obras de obediência, que foram aceitas por DEUS. E Deus levou isso como forma de justifica-lo para ser salvo!

Olha o que Deus diz a ele: "Sabe, com certeza, que a tua posteridade será peregrina em terra alheia, e será reduzida à escravidão, e será afligida por quatrocentos anos. Mas também eu julgarei a gente a que têm de sujeitar-se; e depois sairão com grandes riquezas. E tu irás para os teus pais em paz; serás sepultado em ditosa velhice. Na quarta geração, tornarão para aqui; porque não se encheu ainda a medida da iniquidade dos amorreus." (Gênesis 15:13-16)

Deus o alerta de que a descendência dele seria peregrina em outras terras, seria um povo escravo e vamos ver mais a frente que serão escravos no Egito! Durante muito tempo, quatrocentos anos!!! Mas Deus iria fazer justiça e depois eles, os descendentes de Abrão sairiam ricos. Deus também promete que ele morreria em boa velhice, em paz, e na quarta geração, seus filhos descendentes (filhos, netos, bisnetos, etc...) voltariam para a terra prometida, a terra que Deus tinha prometido dar-lhes. Deus não premeditou isso, ELE apenas revela o futuro do povo escolhido.

Deus ainda diz mais: "À tua descendência dei esta terra, desde o rio do Egito até ao grande rio Eufrates: o queneu, o quenezeu, o cadmoneu, o heteu, o ferezeu, os refains, o amorreu, o cananeu, o girgaseu e o jebuseu." (Gênesis 15:18-21) Deus promete toda essa terra vasta ao povo descendente de Abrão. Antes disso acontecer, outros povos vem dominar essas terras, mas o que Deus deu a Abrão e sua posteridade, pertence a Abrão e sua posteridade e ninguém pode mudar isso. Deus tinha prometido levantar um povo escolhido para abençoar todas as outras nações do mundo. Ao contrário do que muitos dizem que Deus escolheu esse povo para ser salvo. Não foi isso que ELE disse! Ele escolheu esse povo para levar aos outros povos o conhecimento da Verdade, para ser exemplo, para que os outros povos também pudessem ser salvos.

Deus tinha prometido à serpente, Satanás, que viria da descendência da mulher Um Descendente que poria fim no mal, Esse Descendente é Cristo Jesus! Esse seria ferido no calcanhar pela morte no calvário, mas pisaria na cabeça da serpente no juízo final! Deus levanta um povo, para cumprir essa promessa! E esse povo teria de levar a verdade, destruir as obras de Satanás através da retidão e servidão ao Senhor!

Deus seria O Escudo desse povo!!! Mas ele deveria aceitar ser protegido, guiado, por ELE! Assim como somos hoje salvos pela graça, que vem pela fé, que tem como fruto as boas obras, o povo escolhido também tinha essa mesma condição! Até mesmo os Mandamentos de Deus é para o bem do ser humano que os segue e também para o bem de quem estiver próximo a ele. Deus é bom mesmo quando nos impede (pedindo) de fazermos nossa própria vontade, que pensamos ser boas, mas, é o contrário.

Fé e obras!!! Amor a Deus e ao próximo ao seguir Seus Mandamentos.


E aí, tem a fé como Abrão teve? Se não tem a solução é continuar a estudar a Bíblia com esse blog ;)

Pois "Conseqüentemente, a fé vem por ouvir a mensagem, e a mensagem é ouvida mediante a palavra de Cristo." (Romanos 10:17)

Continue com a gente! Semana que vem tem mais!!!

Obrigado pela leitura, volte sempre, conheça os outros temas do blog e compartilhe com seus amigos!

Deixe seu comentário e se tiver duvidas acesse a pagina "O pastor responde" clicando aqui.

Abração!!!

F
U
I
.
.
.